terça-feira, 7 de agosto de 2012

Intolerância ao glúten...Saiba o que é .


Muitas pessoas apresentam manifestações gastrointestinais, porém nem sempre coseguem reconhecer qual o motivo desencadeante. Em alguns casos, o problema pode ser algo que o indivíduo está ingerindo, como por exemplo, pães, massas entre outros. Alimentos feitos com trigo, como os anteriormente citados, possuem como base uma proteína denominada glúten. Assim, uma pessoa que possui intolerância ao glúten, pode apresentar os sinais e sintomas de irritação intestinal. Conheça mais sobre a intolerância ao glúten e como tratar.
A intolerância ao glúten manifesta sintomas gastrointestinais.
Conheça a diferença entre alergia e intolerância alimentar
Sabendo mais sobre a intolerância ao glúten
O indivíduo que apresenta intolerância ao glúten manifesta alguns sinais e sintomas gastrointestinais logo após ingerir alguns alimentos que contenham essa substância.  Isso ocorre porque quando o glúten chega ao intestino da pessoa portadora da hipersensibilidade, o processo de produção de anticorpos (células de defesa) é iniciado. Essas células atuam nas vilosidades do intestino, que são responsáveis também em absorver os nutrientes. Assim, o indivíduo que apresenta a doença, apresentará além das manifestações gastrointestinais, traços de desnutrição pela falta de absorção adequada dos nutrientes essenciais. A esse quadro denominamos síndrome de má absorção.
Intolerância ao glúten – ainda um desafio
Até o momento, a intolerância ao glúten é um desafio médico. Isso porque ainda existe uma dificuldade quanto ao seu diagnóstico. O principal fator é sua apresentação clínica variada, que pode abranger desde sintomas leves, até mais específicos e graves, como a dificuldade em ganhar peso devido a síndrome de má absorção.
O indivíduo portador de intolerância ao glúten deve evitar o cosumo de alimentos que contenham a substância.
Conhecendo mais sobre o quadro clínico
Quando o glúten entra em contato com o intestino de um indivíduo portador da intolerância, o organismo pode apresentar uma gama de manifestações clínicas. Entre os diversos sinais e sintomas, o mais comum é a diarreia. Trata-se de uma manifestação gastrointestinal que aparece e desaparece, sem qualquer influência externa, podendo ocorrer até quatro vezes ao dia. Em geral, as fezes são em grande volume, com aspecto espumoso, odor desagradável e associado a gases, dor tipo abdominal tipo cólica e distensão. Para se ter uma ideia, ela ocorre em cerca de 70% dos pacientes já identificados com a doença. Vale ressaltar que o quadro clínico que o paciente apresenta, varia conforme a quantidade de glúten ingerida.
Saiba como tratar a intolerância ao glúten
O principal tratamento para a  intolerância ao glúten é a exclusão da substância do cardápio. Porém, isso não é uma tarefa fácil, pois ele é base de quase todos os alimentos que contém trigo, centeio, aveia, entre outros grãos. Vale ressaltar que o dano ocasionado ao intestino pelo problema leva algum tempo para ser recuperado. Assim, é possível que mesmo após a introdução de uma dieta livre de glúten, o individuo apresente algumas manifestações gastrointestinais.
Alimentos a base de trigo, aveia e outros grãos são ricos em glúten.
A pessoa que apresenta intolerância ao glúten, desenvolve manifestações gastrointestinais. Elas podem trazer como consequência alguns distúrbios, inclusive de nutrição. É de extrema importância que diante de sinais e sintomas de intestino irritado, o indivíduo procure um profissional especializado o quanto antes, de modo a diagnosticar o problema o mais rápido possível.

sábado, 4 de agosto de 2012

Tentando decifrar a depressão...tão presente entre as pessoas na atualidade.

Os sintomas da depressão podem variar de pessoa para pessoa, pois existem vários sinais e sintomas que estão presentes na depressão como: humor irritável e deprimido quase todos os dias, mudanças súbitas no apetite ou no peso, insônia, agitação, sensação constante de fadiga, dificuldade de concentração e em tomar decisões importantes, perda de interesse ou de prazer pelas atividades que realiza e que eram agradáveis pensamentos negativos com muita freqüência, é muito importante que a pessoa com depressão receba o tratamento médico e o apoio da família para voltar a ser feliz e sentir que viver é maravilhoso. A depressão é causada por um desequilíbrio nas concentrações de algumas substâncias do cérebro, pois outros fatores também podem desencadear os sintomas da depressão como: perda de um emprego, problemas de saúde ou financeiros, experiência de vida com situações traumáticas (assalto, seqüestro ou acidente), outros fatores também podem causar ou favorecer o surgimento da depressão que deixa a pessoa sem vontade de fazer as coisas que antes era prazerosa, quer ficar sempre quieta, não sai para passear ou ir a festas e acaba se isolando das coisas boas da vida. A depressão é uma doença e necessita de uma avaliação médica para o diagnóstico e tratamento adequado e específico para cada caso, pois somente o médico pode indicar o uso de medicamentos e solicitar exames complementares (urina e sangue), saiba que existem outras doenças que podem se manifestar de forma muito parecida com a depressão, o médico vai fazer uma avaliação clínica. A alimentação também pode aliviar os sintomas da depressão, pois as folhas verdes como o alface e a couve possuem tryptofano que é uma substância fundamental para a produção de neurotransmissor cerebral, a serotonina que regula o humor, melhora o pensamente e aumenta a sensação de prazer, saiba que a banana também é excelente para a saúde do corpo e da mente. Os exercícios físicos aumentam a disposição, energia e diminuem o stress, ansiedade e a depressão, pois os exercícios físicos aumentam a produção de betaendorfinas e encefalinas que dão a sensação de bem estar, o ideal é manter a mente ocupada e praticar diariamente uma hora de atividade física como: natação, caminhada, hidroginástica, ciclismo, yoga, pilates e musculação. O médico pode sugerir o uso de medicamentos que corrigem o desequilíbrio químico das substâncias do cérebro, pois esses medicamentos são chamados de antidepressivos e que são eficazes, é muito importante ter o apoio dos familiares e amigos, saiba que a psicoterapia ajuda o paciente a entender o que está acontecendo, é uma maneira de conversar e desabafar e encontrar novas formas de lidar com seus problemas, o tratamento melhora os sintomas e ajuda a se sentir melhor, é fundamental a prática regular de exercícios físicos, rotina para o horário de sono e a redução de alimentos gordurosos e ingestão de cafeína, manter uma alimentação saudável e balanceada, essas dicas ajudam no tratamento da depressão, é muito importante que seja feliz e tenha qualidade de vida. A depressão pode ser curada se tratada corretamente, a família é muito importante para a recuperação da pessoa, pois ela é a peça fundamental no tratamento, a pessoa com depressão precisa de muito carinho e amor para voltar a viver e sentir que ela é especial e muito importante para todos que estão a sua volta. A depressão pode ser leve e com poucos aspectos sobre as atividades da vida diária, mas também pode ser grave e com maior prejuízo sobre o dia-a-dia da pessoa, podendo ocorrer sintomas psicóticos (como alucinações e delírios), até com tentativas de suicídio, a procura de um especialista para realizar o tratamento é fundamental na recuperação da pessoa, principalmente de um acompanhamento psicoterápico. Os medicamentos utilizados nos casos de depressão são os antidepressivos que são seguros e devem ser acompanhados pelo médico, em alguns casos é necessário associar outras medicações que podem variar de acordo com os sintomas apresentados. Na depressão tratamento completo, rápido e intensivo pode diminuir os sintomas e até mesmo o desaparecimento total, diminuindo o risco de recaídas, a terapia é muito importante no tratamento da depressão, pois ela é uma doença que afeta o cérebro e o corpo, a pessoa sente dores no corpo, alteração do ritmo intestinal, alteração da pele, unhas, cabelos, diminuição ou aumento de apetite e alterações do sono, saiba que a depressão baixa a resistência e aumenta a chance de diabetes, derrame, infartos, entre outros problemas que afetam a vida da pessoa, cuide de sua saúde e seja feliz.