sexta-feira, 6 de abril de 2012

PITAYA- FRUTA DRAGÃO...



Outro dia estive em sítio de um senhor japonês e tive a oportunidade de conhecer uma plantação de PITAYA, uma fruta muito interessante e linda!!!aí pensei vou buscar informações sobre essa fruta e compartilhar aqui no meu blog.


A pitaya  fruta, nativa do México e de algumas regiões da América do Sul, ainda não é amplamente conhecida no Brasil. “A pitaya é considerada exótica devido a aparência diferente e o gosto bem original. O seu nome popular é fruta-do-dragão e o aspecto mais curioso do seu formato consiste nas inúmeras sementes localizadas na polpa que possui uma bonita coloração rosada.A sua flor é considerada uma das mais bonitas.
Essa cactácea nativa dos Andes foi levada pelos holandeses e franceses para a Ásia, onde é hoje largamente cultivada em Taiwan, Vietnam, Tailândia, Filipinas, Sri Lanka, e Malásia. É também encontrada em Okinawa, Hawai, Israel, Norte da Austrália e Sul da China. Existem três variedades, todas com a pele folhosa:


Pode-se consumir a polpa do fruto ao natural ou processado como refresco, geléias, doces,molho para saladas e coquetéis,É também utilizada na medicina naturista, como tônico cardíaco, seu gosto lembra um pouco o melão. Apesar de sua aparência chamativa, o sabor é suave e muito bom. As sementes da fruta  têm efeito laxante.  Tem efeito benéfico  em casos de gastrites, o talo da fruta  e as flores são usados para problemas renais.
Rica em vitamina A e fonte de vitamina C -  
Perfil: 50 cal/100 g .

   A semente da fruta do dragão contém 50% de ácidos graxos essenciais, ou seja, 48% de ácido linoléico (C18:2) e 1,5% de ácido linolênico (C18: 3). Assim, a fruta do dragão tem potencial para uso como fonte de ingredientes funcionais para proporcionar nutrientes que podem prevenir doenças relacionadas à nutrição e melhorar a saúde física/mental e o bem-estar dos consumidores. 

Os frutos da Pitaya são ricos em vitaminas, fósforo e oligossárideos que auxiliam o processo digestivo e previne o câncer de cólon e diabetes. Ajuda, também, a neutralizar substâncias tóxicas (metais pesados), reduz os níveis de colesterol e a hipertensão. 


Os oligossacáridos da Pitaya apresentaram propriedades prebióticas, que incluiu a resistência à condições de ácido no estômago humano, a resistência parcial a amilase presente na saliva humana e a capacidade de estimular o crescimento de lactobacilos e bifidobactérias, bactérias benéficas que protegem contra o risco de câncer cólon retal e outras doenças. Assim, a pitaya é uma fonte potencial de prebióticos que pode ser utilizada como ingrediente em alimentos funcionais e produtos nutracêuticos.
























Um comentário:

  1. Olá ! Gostaria de saber qual é a cor dessa pitaya da flor rosa? Pois achei que todas as flores eram brancas,independente da cor da fruta.Obrigada !!!

    ResponderExcluir

CURANDO!!!