Estresse: Também é um mal silencioso











O estresse é composto de um conjunto de reações fisiológicas que, se exageradas em intensidade e duração, podem levar a um desequilíbrio no organismo. 
Ele está associado ao desenvolvimento de uma série de doenças, tais como, hipertensão doenças cardíacas, depressão, diabetes, asma, psoríase, obesidade, entre outras. 
Além dessas doenças, reações físicas e/ou psicológicas podem surgir, como: ansiedade, tensão, angústia, insônia, taquicardia, náusea, tontura, gastrite. 
Assim, ele prejudica a qualidade de vida e ainda enfraquece o sistema imunológico. 
O estresse excessivo tem como características, cansaço exagerado, problemas de memória, dificuldades de dormir, hipersensibilidade, irritabilidade, perda do interesse sexual, além de depressão e transtornos de ansiedade. 
O tratamento envolve quatro áreas: atividade física, técnicas de relaxamento e respiração profunda, orientação em relação à alimentação e abordagens psicológicas para aprender a lidar com o estresse. Tenha mais qualidade de vida sem estresse seguindo algumas dicas: 
Identifique as suas fontes de stress; 
Aprenda a lidar com o que você não pode mudar em sua vida; 
Tenha hobbies e prazeres diversos; 
Compreenda seus limites; 
Cultive boas relações com amigos e familiares; 
Relaxe e desligue dos problemas alguns minutos todos os dias; 
Faça exercícios físicos regularmente; 
Tenha uma alimentação saudável; 
Aprenda a respirar profundamente nos momentos de ansiedade; 
Tenha equilíbrio entre pessoal e profissional.





É verdade tem o estresse silencioso. 
Muitas vezes nos enganamos dizendo que não nos estressamos, porque não ocorreu nenhuma reação assim visível, audível e palpável! Mas sabe, vem aquela dor de cabeça que não cede, aquele mal estar no estomago, aquele sentimento de angustia ou aperto no coração. São efeitos do estresse silencioso, observe-se.
O que podemos fazer? Neste momento é importante parar, não deixar que a emoção tome conta e atrapalhe sua clareza, visão e equilíbrio. Segue algumas sugestões:
– Admitir a existência do estresse ou da emoção que o causou. Não resolve se auto enganar dizendo que está tudo bem, quando não está.
– Uma fala comum é dizer que “não tenho tempo para parar e pensar”. Quanto tempo leva uma vida? Quanto tempo leva uma vida com qualidade? Se pararmos 1 minuto, talvez 5 vezes por dia, daria um total de 5 minutos. Qual o impacto destes 5 minutos por dia no total de minutos de um dia de sua vida?
– Sentiu o estresse claramente ou algum sintoma, pare, coloque o foco de sua atenção na respiração. Respire com ritmo, ou seja, mesmo tempo na inspiração e expiração. Desloque sua atenção para o coração, respire assim através dele. Lembre-se de um momento agradável em seu dia, sua semana ou algum período.
– Não ser imediatista. Levamos anos e anos construindo padrões, atitudes e estresse em nossa vida. Se sua vida não mudar, no instante seguinte a você parar, está tudo bem. Seja paciente com a pessoa mais importante em sua vida: você.
– Esta simples pratica, vai recarregar as baterias energéticas. Cada vez mais haverá energia emocional para lidar com os desafios do dia a dia. Não se deixe arrastar na onda de estresse e negatividade. Permita que seu coração assuma o controle. Ele se alinha à mente, e as soluções aparecerão.
Veja esse vídeo ...muito boas dicas.









Fonte de Pesquisa:Material desenvolvido pela Assessoria de Qualidade de Vida do Servidor Municipal em parceria com a palestrante Claudia Schroder Lopes.  PDF

Site:Inteligencia Integrativa
Canal do yutube-Arata Academy

Comentários