sábado, 11 de março de 2017

Aminoácidos - Ácido Glutâmico



As proteínas são indispensáveis, e simplesmente não podemos viver sem elas
É necessário consumir proteína sempre para manter não só os músculos como a pele, tendões, ossos e uma  outros tecidos que dependem de aminoácidos para formarem suas estruturas.
E dentre os 22 aminoácidos de que necessitamos para nossas funções metabólicas.

Entre esses  temos o ácido glutâmico, um nutriente que tem atuação importante na formação de massa muscular, no funcionamento cerebral e serve até mesmo para desintoxicar o organismo.



As proteínas são formadas por aminoácidos. Quando eles  são fabricados pelo próprio corpo, essas pequenas unidades são conhecidas como aminoácidos não-essenciais. E são importantes importantes, apenas que não precisam ser obtidos através da alimentação.
Já os aminoácidos que não somos capazes de sintetizar e devem chegar até nós através da alimentação são conhecidos como essenciais. Ou seja, teremos sérios problemas se não os consumirmos regularmente em nossa dieta.(fique clara essa informação)

O ácido glutâmico é classificado como um aminoácido não-essencial. Ou seja, embora seja encontrado em uma série de alimentos, é também produzido em quantidade suficiente pelo nosso cérebro.

Nosso corpo contém aproximadamente 2 kg de ácido glutâmico, que pode ser encontrado em quase todas nossas proteínas e tecidos. E, além de fazer parte das proteínas, o ácido glutâmico também é essencial para a transmissão de impulsos nervosos (ou seja, ele atua como um neurotransmissor).
Sendo parte integrante de proteínas de origem vegetal e animal, o ácido glutâmico pode ser encontrado em quase todos os alimentos naturais, mas em maior concentração nos peixes, nas carnes vermelhas, leguminosas, laticínios e ovos.


Para Que Serve

Diariamente, cerca de 80 gramas de ácido glutâmico são liberadas dos músculos para a circulação sanguínea a fim de atender nossas necessidades metabólicas. 
Entre elas:
  • Síntese de novas proteínas.
  • Metabolização de carboidratos e gorduras para produção de energia;
  • Produção de glutamina
  • Fornecimento de energia para o cérebro (o que por sua vez melhora a clareza mental e a memória);
  • Desintoxicação: o aminoácido tem função desintoxicante (através da produção de glutamina e também da ;
  • Eliminar o excesso de amônia da circulação;
  • Funcionamento adequado da próstata;
  • Melhora da função cardíaca.
O ácido glutâmico também tem sido utilizado no tratamento da distrofia muscular, epilepsia, esquizofrenia, Parkinson e de transtornos de humor.

Acido Glutâmico é um  aminoácido amplamente divulgado no meio fitness, a glutamina traz muitos benefícios aos praticantes de atividade física:
  • Estímulo à síntese proteica;
  • Proteção ao sistema imunológico;
  • Aumento da síntese de glicogênio;
  • Previne o catabolismo;
  • Eleva os níveis de hormônio do crescimento.
Como o estresse gerado por exercícios físicos intensos ou grande esforço mental tende a aumentar a demanda por glutamina, consumir alimentos ricos em ácido glutâmico pode ser uma maneira de, indiretamente, elevar a produção de glutamina.

Alimentos Ricos em Ácido Glutâmico~


Caldo de galinha caseiro: Ao contrário da versão industrializada, o caldo de frango preparado em casa é altamente nutritivo e não contém conservantes. Além disso, o alimento é uma excelente fonte de ácido glutâmico: uma única xícara contém cerca de 2.150 mg do aminoácido
Proteína Isolada de Soja;leite,peixes,gelatinas,iogurtes,queijos,amêndoas torradas,frango,semente de girassol,ovos,feijão e carne vermelha. 


Fontes de Pesquisa:
Google Pesquisas
Mundo Boa Forma
Portal R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURANDO!!!